A IAS – Indústria de Aviação e Serviços recebeu o motor Rolls Royce RR300 da empresa Russa para manutenção em seu centro tecnológico.

A empresa URALHELICOM – Centro de Serviços Autorizado da Robinson Helicópteros, Airbus Helicopters e Rolls Royce – situada em Yekaterinburg na Russia, enviou pela primeira vez ao Brasil o motor de uma aeronave Robinson R66, que utiliza o motor Rolls Royce RR300, para manutenção programada, conhecida como Preventative Maintenance Inspection (PMI). O deslocamento justifica-se pelo fato da IAS, localizada em São José da Lapa, região metropolitana de Belo Horizonte, ser um centro de manutenção “AMROC” (Rolls-Royce Certificated Authorized Maintenance Repair & Overhaul Center) com capacidade para atendimento de demandas globais, sendo referência na manutenção e montagem de motores Rolls-Royce na América Latina.

Outro fato importante está relacionado ao próprio motor Rolls Royce RR300, que pela primeira vez, fará uma revisão de 2.000 horas de voo em território brasileiro, já que nenhuma outra aeronave que opera com o mesmo modelo de motor no Brasil alcançou esta marca até o momento.

Em seu histórico de atendimento às demandas internacionais, a IAS já atendeu motores de aeronaves de outros países vizinhos, mas, pela primeira vez, realizará um atendimento intercontinental, fruto do reconhecimento da excelência dos serviços prestados pela IAS e, também, pela sua constante participação em feiras, congressos e seminários internacionais, projetando a imagem de Minas Gerais para o mundo.

“Para a IAS este atendimento é um marco que gerará muitas outras oportunidades junto aos Russos e operadores de outros países com necessidades de um suporte de excelência, seja para a manutenção programada, para reparos e, até mesmo, para auxílio em processos técnicos- investigativos”, afirma Elizeu Alcântara, diretor da IAS.

RR300 Engine unveiled at HeliExpo 2007. Photo by Alan Barclay.


Mais sobre a IAS

A IAS foi fundada em 2002 com o objetivo de ser uma empresa orientada por uma relação dinâmica entre a necessidade do mercado e a capacidade de nacionalização da manutenção aeronáutica para itens eletromecânicos, principalmente, dos sistemas de combustível, elétrico, hidráulico, pneumático e motores. Em 2015, obteve a certificação Rolls-Royce se tornando referência em manutenção nos motores da marca na América Latina. Em plena expansão, possui um centro referência em manutenção de marcas globais do segmento aéreo, sendo a primeira companhia mineira a receber o certificado de Empresa Estratégica de Defesa do Ministério Brasileiro da Defesa.